5 doces típicos da confeitaria francesa

Os macarrons franceses

Quando se fala de gastronomia imediatamente lembramos da França, país onde tudo na cozinha começou, com a criação das receitas bases e etc., que até hoje são utilizadas por todos nós. A confeitaria francesa é sem dúvidas a melhor do mundo, principalmente pela variedade de doces que podemos encontrar. Andar pelas ruas de Paris, é se deparar com padarias e confeitarias em cada esquina, e encontrar os emblemáticos doces franceses feitos de várias maneiras. Listar os melhores e\ou maiores doces franceses é tarefa quase impossível, mas selecionar 5 dentre todos existentes é questão de segundos.

Macaron (biscoito leve de merengue recheado)

O Macaron é hoje o símbolo máximo da confeitaria francesa, e dono de uma receita centenária. Apesar do país ter inúmeros doces diferentes, nenhum faz mais sucesso hoje em dia que o Macaron. Trata-se de um biscoito de merengue, muito leve, crocante por fora, úmido e macio por dentro. Visualmente lembra um mini hambúrguer doce. Além de ser muito gostoso, as diversas cores e sabores que podem ser usados para colorir e rechear os macarrons, desperta ainda mais a curiosidade das pessoas.

O sucesso é na França, mas a origem do Macaron é Italiana, pois sua receita se assemelha a do Amarreti, um típico biscoito italiano que também leva clara de ovos e farinha de amêndoas. O seu nome vem da palavra italiana para massa “macarrone”. Com o passar do tempo desde as primeiras aparições do macaron, ele passou por diversas modificações, sendo que no século XX, Pierre Ladurée enfim juntou os dois biscoitos e preencheu-os com uma ganache de chocolate. Em Paris, difícil é encontrar uma padaria\confeitaria que não possui a própria versão do macaron.

Leia também: A origem do macaron e seu domínio na confeitaria francesa

Macarrons de Pierre Hermé em Paris

Macarrons de Pierre Hermé em Paris

Canelé (bolinho típico de Bordeaux, na França)

É no sudoeste da França, na região de Bordeaux, que se faz um dos ícones da confeitaria francesa. Da cidade que é conhecida mundialmente por ser uma das melhores e maiores produtoras de vinho, o Canelé ganhou o mundo. É um pequeno bolinho, crocante por fora, úmido e macio por dentro, e com notas aromáticas expressivas, que vem da baunilha e do rum, utilizados no preparo da massa.

Leia também: Canelé, um doce típico de Bordeaux na França

A origem do Canelé é incerta pela falta de registros históricos, mas segundo conta a mais famosa lenda a origem do Canelé se dá ao vinho, pois antigamente quando a clarificação dos vinhos era feita com clara de ovo, existia a necessidade da utilização das gemas, e nisso foram doadas a freiras que criaram o bolinho. O seu nome vem do fato dele ser feito em formas de cobre canelado, essenciais para um canelé crocante por fora e macio por dentro.

Os tradicionais Canelés de Bordeaux na França.

Os tradicionais Canelés de Bordeaux na França.

Choux (conhecida no Brasil como “carolina”)

Uma das mais importantes e emblemáticas massa francesas é a massa “choux”, que faz parte da base da confeitaria do país, e é ponto de partida para a execução de vários doces. Com ela se faz o profiterolis, muito consumido aqui no Brasil, e também a choux, conhecida por “bomba” no Brasil, que possui uma massa bem leve, neutra, e indispensavelmente oca, justamente para ser recheada por algum creme. É possível encontrar sabores como chocolate, baunilha, café, limão e etc.

A choux de Christophe Michalak em Paris

A choux de Christophe Michalak em Paris

Éclair (feita como a choux, porem em formato longo. Conhecida no Brasil como bomba.)

A Éclair é certamente uma das 5 sobremesas francesas de maior sucesso, e podemos dizer que em Paris vive-se uma verdadeira “Éclairmania”. Feita com a massa choux, ela é uma variação que possui formato comprido, é recheada, e geralmente recebe uma cobertura que deixa ainda mais interessante e bonita.  Assim como na choux, o contraste da massa com o recheio é muito bom, e pode receber diversos sabores de acordo com a criatividade.

Vitrine da  "Eclair de génie" em Paris

Vitrine da “Eclair de génie” em Paris

Tarte citron (torta de limão)

A “tarte citron”, que em português significa torta de limão, é um clássico da confeitaria francesa. No geral, as tortas são muito típicas e consumidas, como também a torta de maça e a torta de chocolate. Ambas são geralmente feitas com a massa sucrée, uma massa clássica que possui uma proporção maior de açúcar, ideal para esse estilo de torta. O creme de limão que irá rechear a torta é feito de várias maneiras, recebendo algumas variações como a adição de manjericão, hortelã e etc. O merengue para finalizar é opcional, e uma ótima opção.

A famosa "Tarte Citron" de Jacques Genin em Paris

A famosa “Tarte Citron” de Jacques Genin em Paris

Macaron, Choux, Éclair, Canelé e a Tarte Citron são penas cinco dos inúmeros doces que fazem parte da confeitaria francesa. Usando a criatividade, é possível faze-los de diferentes sabores, cores, e em versões salgadas. Como outros exemplos de doces, podemos citar o “Baba au rhum”, “Mil folhas”, “Creme Brulée” e etc.


Observações

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *