Dicas para comprar um bom peixe

peixes

Peixe bom é peixe fresco! Se pudermos definir uma regra para escolher um bom pescado, inicia-se por essa frase. Se tratando de peixes e frutos do mar, quanto mais rápido consumi-los após retira-los do mar, melhor será o seu sabor, uma vez que são produtos extremamente perecíveis. Peixe fresco é aquele que foi tirado do mar a pouco tempo, e foi mantido o tempo todo em gelo. Comprar um bom peixe pode ser muito fácil, e apenas com uma rápida análise é possível verificar a sua qualidade.

Por mais que pareça estranho, os peixes não devem ter cheiro forte, que para muitos é apenas “cheiro de peixe”. Um peixe só começa a desenvolver qualquer odor quando inicia-se a sua decomposição, e deve-se ter atenção por ser um produto muito perecível.  Quanto mais se desenvolver o processo de decomposição do peixe, mais forte será o seu odor, e isso ocorre por causa de algumas substancias químicas. Quando frescos, seja peixe ou frutos do mar, eles não possuem nenhum cheiro característico ou forte. Portanto, peixe com cheiro forte deve ser evitado por não estar fresco suficiente.

Leia também: Como preparar frutos do mar 

Sempre que buscar por um peixe, dê preferência aos inteiros, pois vai te permitir observar alguns pontos essenciais. Um peixe fresco possui carne homogênea e de certa forma firme. Quando a textura da carne está mole, ou algo do tipo, aponta que o peixe não está fresco ou foi congelado. A pele deve estar inteira, sem feridas e brilhante, e as escamas devem estar firmes e homogêneas. Os olhos devem estar transparentes, inteiros e também brilhantes. As guelras, órgãos de respiração do peixe que está logo abaixo da cabeça, deve ter cor bem viva e avermelhada.

Os peixes possuem carne extremamente sensíveis, e por isso é infinitamente melhor consumi-los fresco. Com o passar do tempo, e com a ação natural da decomposição, a carne do peixe perde muito em textura e sabor. É importante ressaltar que por estar dentro da água e não realizar nenhum esforço, os peixes possuem músculos frágeis, o que torna a carne sensível e o cozimento muito rápido.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *