As diferenças entre manteiga e margarina

Manteiga - Credits Photo: http://www.flickr.com/photos/ameadowlark/

Ela é uma das bases da culinária francesa e grande coringa tanto na cozinha como na confeitaria. Estamos falando da manteiga, produto utilizado para conferir e ressaltar o sabor, alterar texturas, e dar brilho.  O seu uso em praticamente todas as receitas começou na França, e durante a idade média se espalhou por todo o mundo. Ir ao supermercado e encontrar 10, 20, 30 tipos de manteigas diferentes é realidade, porem para a produção de uma manteiga de qualidade, é preciso principalmente um leite de qualidade, o seu ingrediente principal.

A qualidade e o sabor do leite possuem um grau de interferência enorme no sabor final da manteiga, motivo pelo qual a produção começa no campo, na criação e alimentação dos animais. Basicamente a manteiga é a gordura do leite, onde a nata do leite é batida, se tornando uma emulsão cremosa. A produção começa pela desnatação do leite, separando a gordura do restante dos componentes, obtendo-se a nata. Na sequencia, essa nata passa pela pasteurização, processo que eliminará as bactérias existentes. As últimas fases compreendem a maturação, a batedura, a malaxagem e a envase.

Pela influencia do terroir, temos manteigas diferentes em todo o mundo, principalmente no sabor, influenciado pela alimentação do animal, e também na proporção de sal que cada uma contém. Assim como na produção de queijo, muito leite é necessário ao fazer a manteiga, valores que em média são de 21 litros para cada kg de manteiga. Esse produto que está em nosso dia a dia, é consumido desde a antiguidade, quando movimentava o comércio entre os países, e era boa moeda de troca.

Manteiga Bordier sendo vendida em Paris, considerada uma das melhores do mundo.

Manteiga Bordier sendo vendida em Paris, considerada uma das melhores do mundo.

A margarina ganhou muito espaço com o passar do tempo, na maioria das vezes como opção saudável a manteiga.  Criada após um pedido de Napoleão Bona Bonaparte que queria substituir a manteiga com o objetivo de reduzir custos, a margarina é uma gordura de origem vegetal obtida pela hidrogenação de óleos vegetais. Moléculas de hidrogênio são incorporadas as moléculas de gordura artificialmente, em uma temperatura muito elevada. Contem gordura trans, justamente para conferir um tempo maior de conservação, e uma textura melhor.

Está mais do que claro as diferenças básicas entre os dois produtos, sendo a manteiga um alimento totalmente natural, que contem uma grande quantidade de gorduras saturadas e colesterol, e que por esses motivos perdeu espaço no dia a dia das pessoas para a margarina, um alimento totalmente processado. Estudos recentes mostram que a gordura e o colesterol da manteiga não tiveram associação a nenhuma doença cardíaca depois de vários testes realizados, e que por provir da natureza, é mais benéfica para a saúde do que a margarina que contem compostos químicos.

A manteiga é sem sombra de duvidas a única indicada para uso culinário, principalmente para a confeitaria, pois a margarina não possui a mesma composição, e o resultado final poderá se comprometer totalmente. Na França, território da manteiga como assim podemos chamar, a manteiga é exaltada e muito valorizada, mesmo tendo perdido espaço para o azeite nos últimos anos, esse sim mais saudável.

Confira também – Bordier, a melhor manteiga do mundo: http://www.petitgastro.com.br/bordier-a-melhor-manteiga-do-mundo


Observações

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *